Carreira

Livros

Os cinco livros essenciais para um jovem criminalista, segundo Alberto Toron

Advogado citou obras de Nilo Batista, Ferrajoli e Alan Dershowitz

Toron
Alberto Toron / Crédito: Ascom STF
1-) Letters to a Young Lawyer, de Alan Dershowitz 
Trata dos preconceitos e dificuldades que o advogado encontra na defesa, sobretudo dos casos impopulares.
2-) Direito Penal – Fundamentos, Estrutura, Política, de Winfried Hassemer
Esse livro aborda o fenômeno punitivo de uma maneira original, a partir da teoria da comunicação. Mudou minha maneira de ver as coisas. Imperdível. Há tradução para o português levada a cabo pelo editor gaúcho Sergio Antônio Fabris.
3-) Introdução Crítica ao Direito Penal, de Nilo Batista
É essencial porque nos oferece um painel das dificuldades dogmáticas, mas, por outro lado, aponta caminhos. Para o advogado iniciante, é uma obra fácil e que estimula o espírito.
4-) Punidos e Mal Pagos, de Nilo Batista
Apresenta uma visão crítica do sistema penal e aguça no advogado o sentido de luta contra as injustiças.
5-) “Derecho y Razón”, de Luigi Ferrajoli
Este livro, também disponível em português, além de apresentar a gênese histórica e filosófica do que hoje chamamos de garantismo penal, trata da importância dos direitos e garantias no sistema punitivo (Direito Penal e Direito Processual Penal) como um freio à violência estatal. Obra obrigatória.


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito