Carreira

Carreira

10 livros para quem deseja trabalhar com arbitragem

Advogado listou obras de Kafka, Maquiavel e Carlos Alberto Carmona

Fazendo esta lista, vejo que o meu interesse pela advocacia, pelo contencioso e pela arbitragem vem de uma visão histórica de que os problemas do mundo têm solução.

Por mais complexa que seja a situação, colocando-a de maneira ordenada e seguindo o raciocínio de que tudo tem princípio, meio e fim, é possível entregar o direito de maneira correta e objetiva para a satisfação da paz social.

Alguns podem considerar tal constatação uma visão utópica e quase ingênua, mas se não houver a busca pela justiça jamais se chegará a Justiça.

[formulario_fulllist]

1-) Odisseia, de Homero

Meu gosto pela leitura inicia-se com este clássico dos clássicos. Anos mais tarde, relendo, verifico que o meu gosto pelo Direito encontra guarida em uma série de reviravoltas daquele que busca retomar seu trono ao final de uma longa aventura. 

2-) Duna, de Frank Herbert

Duna é para mim o suprassumo da capacidade humana de desenvolver um mundo próprio, com princípio, meio e fim, ou, às vezes, sem fim (ver os cinco outros livros da série).

3-) O Processo, de Franz Kafka

Voltas e reviravoltas sobre a impossibilidade de saber a acusação/defesa. Tão marcante e complexo que pode e deve ser lido várias e várias vezes.

4-) O Falcão Maltês, de Dashiel Hammet

Clássico do policial noir, onde a confusão de dados e ideias inicialmente colocadas revelam a capacidade do autor, um de meus preferidos, de colocar ordem e explicação em tudo. São os vários detalhes durante a narrativa que permitem chegar ao final, tendo uma leitura prazerosa e conclusiva

5-) O Príncipe, de Maquiavel


Muito mais do que só “os fins justificam os meios” é um tratado de política, que demonstra a necessidade de conhecer o passado para entender o presente e planejar o futuro.

6-) A Luta Pelo Direito, de Rudolf von Ihering

O livro revela a necessidade da busca do entendimento filosófico da existência e da finalidade do direito. Penso que deve ser o primeiro livro entregue aos estudantes de direito. Penso que foi o primeiro livro que li na Faculdade de Direito da UERJ. 

7-) Primeiras Linhas de Direito Processual Civil, de Moacyr Amaral Santos

É o básico que precisa ser lido para compreensão do direito processual. Mesmo referindo-se ao antigo Código de Processo Civil sua leitura continua obrigatória para perfeito entendimento dos princípios e regras que regulam o processo e o procedimento. 

8) Hermenêutica e Aplicação do Direito, de Carlos Maximiliano

Talvez o maior livro para o entendimento do Direito e da sua aplicação. O princípio basilar da regra de interpretação, qual seja que “a aplicação do Direito consiste no enquadrar um caso concreto em a norma jurídica adequada”, está nesse clássico de 1925, que continua tão atual como se fosse escrito para esse nosso tempo.

9-) Arbitragem e Processo, de Carlos Alberto Carmona

Um dos autores da Lei de Arbitragem Brasileira, os outros são Selma Lemes e Pedro Batista Martins, apresenta, neste livro de leitura obrigatória, uma síntese de tudo aquilo que se precisa entender e compreender a respeito de arbitragem. Não há como se aprofundar no tema sem contar com o ensinamento detalhado e objetivo deste livro.  

10-) International Commercial Arbitration, de Gary Born


O livro de Gary Born, lido por todos aqueles que pretendem aprofundar seu conhecimento na matéria, é aclamado como o texto padrão para compreensão da arbitragem e sua contextualização no mundo.”

Outras indicações de leituras
+JOTA: Sérgio Moro indica 10 livros de Direito fundamentais
+JOTA: 10 livros essenciais para um jovem delegado civil 
+JOTA: 28 livros fundamentais, segundo Thiago Anastácio
+JOTA: 10 livros essenciais para o jovem defensor público
+JOTA: 10 livros essenciais para jovem procurador da República
+JOTA: os 10 livros que mais influenciaram o presidente do TST
+JOTA: 10 livros essenciais para um estudante de Direito com as aspirações políticas, segundo Cardozo
+JOTA: os 5 livros essenciais para um jovem criminalista, segundo Toron
+JOTA: 10 livros essenciais para um jovem juiz, segundo Gilmar Mendes


Faça o cadastro gratuito e leia até 10 matérias por mês. Faça uma assinatura e tenha acesso ilimitado agora

Cadastro Gratuito

Cadastre-se e leia 10 matérias/mês de graça e receba conteúdo especializado

Cadastro Gratuito