Blog

Supremo

Insper e USP realizam workshop para discutir desafios da pesquisa empírica no STF

Mare Incognitum reúne pesquisadores dedicados ao estudo da Corte. Felipe Recondo, diretor do JOTA, é um dos participantes

STF: está pautado para julgamento no STF recurso sobre Ação Civil Pública
Está pautado para julgamento no STF recurso sobre Ação Civil Pública / Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

O Insper e a Universidade de São Paulo (USP) realizam virtualmente, nos dias 21 e 22 de setembro, o workshop “Mare Incognitum: consolidando descobertas, mapeando novas rotas”. Em sua quarta edição, o evento busca mapear o estado da arte dos estudos empíricos sobre o funcionamento do tribunal.

O Mare Incognitum reúne anualmente pesquisadores dedicados ao estudo do Supremo Tribunal Federal (STF) para debater questões em torno de uma agenda de temas e problemas que desafiam a investigação empírica sobre a Corte.

O evento é organizado por Rogério Arantes (DCP-USP) e Diego Werneck Arguelhes, professor do Insper.

Na segunda-feira (21/9), o jornalista Felipe Recondo, diretor de conteúdo e sócio do JOTA, será o moderador da mesa que terá a presença de Thaís Oyama (Colunista do UOL) e Fabio Kerche (Unirio).

Confira a programação completa e se inscreva no site do Insper.