Júlia Silva Araújo Carneiro

Mestre em Direito Tributário pela FGV DIREITO SP. Procuradora do Estado do Rio de Janeiro. Membro do projeto de pesquisa “Processo Administrativo, Judicial e Execução Fiscal do século XXI”, referente à linha de pesquisa “Macrovisão do Crédito Tributário” do Núcleo de Estudos Fiscais (NEF) da FGV DIREITO SP.

Sincretismo no processo tributário

Análise sobre a possibilidade de expropriação de bens imóveis oferecidos em sede de ação anulatória de débito fiscal

Refis
Crédito: Pixabay

Últimas Notícias sobre

  1. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

    Parte XVI

    Processo administrativo, judicial e de execução fiscal no século XXI

    A possibilidade de execução de garantia fidejussória em sede de ação anulatória de débito fiscal

    Daniel de Paiva Gomes, Eduardo de Paiva Gomes, Júlia Silva Araújo Carneiro, Karina Gomes Andrade

  2. Crédito: Luiz Silveira/SCO/STF
  3. Crédito: Marcos Oliveira/Agência Senado

    Pauta Fiscal

    O protagonismo do modelo federal de transação tributária

    Um caminho único para estados e municípios?

    Júlia Silva Araújo Carneiro

  4. Crédito: Pixabay
  5. Crédito: @Wikimedia Commons/Divulgação

    STJ

    O futuro da execução fiscal à luz do novo marco da prescrição intercorrente

    Novo entendimento do STJ deve estimular a Fazenda a repensar o modo tradicional de cobrança da dívida ativa

    Júlia Silva Araújo Carneiro

  6. Crédito: Pixabay

    Pauta Fiscal

    PGFN quer celebrar acordos processuais com os contribuintes

    A celebração de negócios jurídicos processuais pela Fazenda Nacional

    Júlia Silva Araújo Carneiro, Daniela Fernanda Caseiro Costa

  7. Crédito STJ

    STJ

    Averbação pré-executória: caminhando para um modelo objetivo

    A possível superação da posição adotada pelo STJ no sentido da inaplicabilidade, às execuções fiscais, da Súmula n. 375

    Karina Gomes Andrade, Júlia Silva Araújo Carneiro

  8. (Foto: Flickr/@stjnoticias)

    Direito Tributário

    É possível pensar em um conteúdo próprio para a averbação pré-executória?

    Ausência de critérios objetivos para sua aplicação dá margem a dúvidas indesejáveis

    Karina Gomes Andrade, Júlia Silva Araújo Carneiro